O bairro da Liberdade, reduto oriental da cidade de São Paulo, reserva cantinhos especiais para quem busca boa culinária japonesa e chinesa. Tem opções para todos os gostos, entre sushi, sashimi, lámen, yakissoba, bentô e outras receitas deliciosas, encontradas por um ótimo preço. Embora não sejam super sofisticados ou com visual atual, os restaurantes são tradicionais e prezam pela qualidade da gastronomia japonesa e chinesa. Se quer algo diferente para sair da rotina, da zona de conforto e que saia da comida japa “à brasileira”, não deixe de conhecer esses cinco lugares para comer bem na Liberdade:

Comer bem na Liberdade

Rong He

Conhecido pelo yakissoba, a massa é feita na hora, podendo ser assistida pela clientela através de um vidro. Entre as delícias típicas da culinária chinesa, algumas novidades de destacam como guioza com carne de carneiro ou frutos do mar; abóbora recheada com doce de feijão; pizza de nira com camarão e gengibre; e pra fechar, doce de sagu com leite de coco.

Sendai

Tradicional restaurante japonês, não é dos mais baratos, mas o preço está alinhado com a qualidade do que é servido. Uma boa pedida é o teishoku especial, a típica refeição completa da casa, com gohan, missoshiru, sashimi, tempura de legumes e camarão, peixe grelhado e acompanhamentos. O local ainda serve diversos combinados de sushi e sashimi, e outras receitas tradicionais do Japão.

Sushi Yassu

Um dos mais disputados do bairro, o restaurante é um clássico quando o assunto é comer bem na Liberdade. O cardápio se divide em mais de 200 pratos, ilustrados com fotos. Os sushis são vendidos por unidade, nas mais diversas composições, além de combinados como o Tirashi, composto por sashimis e frutos do mar servidos num prato com arroz. Além da boa comida, dá pra reservar um típico quarto fechado japonês e sentar nos tatames.

Comer bem na Liberdade

Aska

A casa é disputada e pequena, então os funcionários pedem agilidade aos clientes, tanto na hora de pedir quanto na hora de se retirar. A qualidade e preço dos lámens servidos compensam, sendo uma ótima pedida para os dias frios. Se quiser uma porção, não hesite de pedir uma de guioza, porque nunca decepciona.

Ban

Num corredor com mesas e balcão está o Ban, de onde saem receitas bem elaboradas, com sushis que levam ingredientes frescos do dia, como ouriço e garoupa. Mas o sucesso da casa fica por conta dos pratos quentes, como o tonkatsu – empanado de porco -, ou a porção de berinjela grelhada no missô. Além disso, vão muito bem os ensopados da casa, como o nabeyaki udon, macarrão com caldo de peixe, frutos do mar e legumes.

E você, já foi em algum desses restaurantes? Gostou? Conhece algum outro local? Conte aqui para gente!

Jornalista e curiosa. Escreve sobre arte, gastronomia e outros temas que sempre tem uma palavra chave: inovação. A criatividade é combustível para suas ideias e inspirações, transformadas em pautas diferentes das convencionais.
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook302Tweet about this on TwitterGoogle+0